BIKELOKO

Curiosidades sobre Ciclismo

O ciclismo é um esporte que se torna cada vez mais popular, principalmente depois do meteoro Lance Armstrong, ciclista norte americano, heptacampeão da Volta da França (Tour de France) após se curar de um câncer nos testículos.

A história do ciclismo vem de muito longe, desde o século XIX, e de lá para cá, o esporte se aperfeiçoou, trouxe fatos e curiosidades muito interessantes. Sejam as suas provas inusitadas ou os recordes alcançados pelos atletas, quem está começando no ramo das pedaladas ainda tem muito a aprender sobre esse esporte fascinante.

Vamos conhecer algumas curiosidades, históricas ou inusitadas, do ciclismo?

Surgimento e participação nas Olimpíadas

As primeiras corridas de bike surgiram há muitos anos, lá pelos idos do século XVIII, quando foram inventadas e fabricadas as primeiras bicicletas da história, bem diferente das que conhecemos hoje.

ciclista na olimpíadaEntretanto, foi somente na metade do século XIX que o ciclismo passou a ser considerado como um esporte, lá na Inglaterra (que como sabemos, também inventou o futebol). Tendo o ciclismo desde então se tornado popular pelo mundo.

A popularidade foi tanta que o esporte foi incluído na 1ª edição dos jogos olímpicos modernos, em 1896 em Atenas. Com o passar do tempo, várias provas de ciclismo ao redor do mundo foram se tornando famosas, como a Volta da França, que teve sua edição de estreia em 1903.

O ciclismo é dividido, tradicionalmente, em quatro modalidades: competição de pista, competição de estrada, BMX e Mountain Bike. As outras “modalidades” existentes, são nada mais do que ramificações dessas modalidades principais, como é o caso do Downhill.

Nas Olimpíadas, nas provas de pista, um fato curioso é que as bicicletas não possuem freios, e para fazer a frenagem, o ciclista tem que pedalar ao contrário (para trás). Além disso, existe uma prova chamada Keirin, onde os ciclistas perseguem uma bicicleta motorizada, durante 8 voltas.

O ciclismo nas Olimpíadas de Londres foi dominado pelos donos da casa, a Grã-Bretanha, que aliás é uma das potências mundiais nesse esporte, principalmente na modalidade competição de estrada. Os bretões ganharam 12 medalhas nas 18 provas, divididas entre as 4 modalidades do ciclismo, sendo nada menos do que metade de ouro.

As competições de estrada são a modalidade mais importante e famosa do ciclismo mundial, sendo dividida em dois tipos, que são as provas de resistência e as provas de contrarrelógio.

Nas provas de contrarrelógio, o competidor individualmente, ou em equipes, larga sozinho, um por vez, e tenta fazer o percurso no menor tempo possível. Ganha o competidor que fizer a marca mais baixa no cronômetro.

Ciclista giro de ItáliaJá nas provas de resistência, essas sim, dentre as de estrada, as mais famosas, vence quem chegar em primeiro ao fim do percurso. As provas de resistência na modalidade estrada mais famosas são o Tour de France, o Giro d’Italia e a Vuelta a España. Aqui no Brasil, a mais famosa desse estilo é o Tour do Rio.

Além de fazer parte das Olimpíadas, o ciclismo também integra o quadro de esportes dos jogos Pan-americanos e Sul-americanos.

Recordes do ciclismo

O país que mais conquistou medalhas olímpicas no ciclismo foi a França com 91, 32 medalhas a mais que a segunda colocada, Itália, e 4 a mais que a Inglaterra, 3ª colocada no ranking. É também da França o maior número de medalhas de ouro nas olimpíadas, tendo até 2016, 41 douradas contra 32 da Itália e da Inglaterra.

Ciclista na FrançaEnquanto Hong Kong e Bielorrúsia tem uma medalha cada nessa modalidade, o Brasil jamais ganhou uma medalha sequer no ciclismo olímpico, o que mostra como estamos bem atrás do resto do mundo nesse esporte.

Já nos jogos pan-americanos, o Brasil possui 18 medalhas no ciclismo, sendo uma de ouro, seis de prata e onze de bronze. Nossos vizinhos da Argentina possuem 70 medalhas na modalidade, sendo 23 de ouro, enquanto Cuba possui 16 medalhas de ouro, e 67 no total. Demonstrando que ficamos atrás até dentro do continente americano, para países menores.

O recordista olímpico de medalhas no ciclismo é o britânico Chris Hoy. O ciclista conquistou nada menos que sete medalhas nas quatro Olimpíadas que participou. Hoy ganhou uma medalha de prata (em 2000) e depois só ouro, foram 6 entre 2004 e 2012. Hoy também é campeão escocês e mundial.

Entre as mulheres, a recordista, e uma das maiores ciclistas da história, é a holandesa Leontien Zijlaard-van Moorsel, nove vezes campeã mundial e dona de quatro medalhas olímpicas (sendo três de ouro), ela ainda venceu dois Tours feminino. Era fera ou não?

Ocorrem também, anualmente, o Campeonato Mundial de Ciclismo em Pista, tendo sido a França e o Reino Unido os últimos dois campeões em 2015 e 2016, respectivamente.

Tour de France e Lance Armstrong

Ciclistas no tour de FranceO Tour de France (Volta da França) é a prova mais tradicional e mais famosa do ciclismo mundial, e mesmo que não gosta do esporte, com certeza já ouviu falar sobre essa ela. E quem já ouviu falar em Tour de France, já ouviu falar em Lance Armstrong.

Armstrong ganhou sete Tour de France consecutivos entre 1999 e 2005, e se torno uma lenda do ciclismo e do esporte mundial. Entretanto, foi descoberto anos depois que ele havia usado drogas para melhorar o desempenho, e então seus títulos foram tirados e a lenda em torno dele dissipada.

Lance Armstrong não foi o primeiro caso de dopping no ciclismo. Por ser um esporte que exige bastante do atleta, muitos (e são muitos mesmo) acabam enveredando para o uso das drogas para melhorar performance. Entretanto, o caso de Armstrong foi mais emblemático por toda a história de superação do câncer antes de ser heptacampeão.

Voltando ao Tour de France, e a seus números e conquistas, a prova tem quatro campeões com cinco títulos, que dividem o posto de maior campeão:  Jacques Anquetil e Bernard Hinault (franceses),  Eddy Merckx (belga) e Miguel Indurain (espanhol).

A França, anfitriã da prova, é o país com maior número de ciclistas vencedores (21) e maior número de vitórias (36), demonstrando a potência que o país é no esporte (já que também é o maior campeão olímpico de ciclismo).

E aí, gostou das nossas curiosidades históricas sobre o ciclismo? Achou que faltou alguma? Deixe sua opinião nos nossos comentários. Até a próxima!

Acompanhe nossos artigos com curiosidades e várias dicas no www.bikeloko.com.br/dicas.

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *