BIKELOKO

Entenda do que é fabricada a sua Bicicleta

No mundo das bikes, você precisa estar informado sobre tudo, os modelos de bicicleta, os lugares bons para pedalar, os equipamentos de segurança que devem ser usados pelos ciclistas, enfim uma variedade de informações que são muito relevantes na hora de sair com sua bicicleta por ai.

Além destas, existem algumas outras informações acerca das bikes que precisam ser conhecidas, para que desse modo você possa ter mais comodidade e segurança ao andar com a sua magrela.

A informação na qual estou fazendo referência é com relação aos elementos mais utilizados na atualidade para a confecção de bicicletas.

Os elementos mais usados nos dias de hoje para este fim são a fibra de carbono, o aço e o alumínio.

O titânio também pode ser usado na fabricação das bike, só que esse material é geralmente usado em menor escala devido ao seu custo de aquisição.

Com exceção do titânio, no que se refere aos três materiais citados acima, o primeiro deles, ou seja, a fibra de carbono ganha em disparada quando comparada ao aço e alumino, se o quesito é qualidade e resistência.

Esse material confere ao ciclista maior comodidade, pois a bike produzida com fibra de carbono tende a ser mais leve em relação as demais, além de apresentar maior rigidez e limite a fadiga.

A fibra de carbono foi desenvolvida para ser o material mais indicado na produção das bicicletas e isso se deve ao fato delas apresentarem as melhores condições estruturais em relação aos outros materiais existentes no mercado.

No entanto essa realidade ainda não aconteceu, pois o uso dessas bikes não é feita em larga escala como o previsto, devido ao seu custo elevado e com isso muitos ciclistas se veem impossibilitados de ter uma bicicleta como essa para usar no seu dia a dia.

Obedecendo a escala de qualidade, o titânio se coloca em segundo lugar entre os melhores materiais para se usar na confecção de bicicletas. Ele é um material considerado mais vantajoso quando comparado ao aço por exemplo, devido ao seu peso ser mais leve, ou então por ele apresentar maior resistência, ainda que no quesito rigidez seja inferior ao aço.

O aço por sua vez consegue superar o alumínio por apresentar maior rigidez, resistência e limite a fadiga.

O alumínio, esse está presente em último lugar na escala comparativa dos elementos que são usados para produção das bicicletas.

Apesar da sua leveza ser mais elevada que a do aço e do titânio, ele é dentre os elementos citados, o menos rígido, o que apresenta menor resistência e o que possui menor limite a fadiga.

Mas não se preocupe, pois se por ventura a sua bike foi produzida utilizando algum desses materiais, iremos citar agora algumas informações importantes sobre cada um destes materiais para que você entenda um pouco mais sobre do que é feita sua bicicleta e se de fato ela atende as suas necessidades.

Materiais Usados na Fabricação da Bicicleta

Fibra de Carbono

fibra carbono bicicletaEsse tipo de material se apresenta como o mais forte dentre todos os materiais que existem no mercado e quando comparado ao aço apresenta cerca de um terço de rigidez a mais.

Uma característica importante e que deve ser descrita reside no fato desse material ser anticorrosivo e seu processo de produção do quadro da bike exige maior precisão em relação aos demais materiais.

Quando os quadros da bike são construídos com fibra de carbono e resina unindo essas fibras, esse processo é chamado de composites. Agora se os mesmos são construídos tendo por base a combinação de fibra de carbono com fibra de vidro, a rigidez da bicicleta se torna maior e por esse motivo é que essa união de elementos acaba sendo utilizada também na produção dos garfos da bike e da caixa do pedal.

Titânio

Mineral titanioNo que diz respeito a produção de bicicletas, o titânio poderia até ser visto como um material na sua mais alta perfeição porém isso não acontece pelo fato dele ser um material com custo elevado.

Ele, assim como as fibras de carbono, é um material anticorrosivo e oferece uma durabilidade, resistência e fadiga maior que o apresentado pelo aço.

É um material leve e sua vantagem em relação aos outros materiais está na solda, pois o calor que é produzido durante a solda desse material em nada afeta a sua estrutura molecular evitando assim o surgimento de trincas na estrutura da bicicleta.

Porem como nada nessa vida é perfeito, o titânio apresenta uma desvantagem considerável que é percebida na hora em que se vai trabalhar com esse tipo de material. Sua dureza acaba interferindo no processo de moldagem da bicicleta, pois as ferramentas que geralmente são usadas para este fim, tende a ser menos resistentes em relação ao titânio, por isso que o trabalho ao estar manipulando esse material se torna bem complicado.

Aço

AçoO aço tem se sobressaído em comparação aos demais materiais devido a liga que ele forma com o cromo-molibidemio ou então com o carbono-magânes. Essas ligas feitas pelo aço têm dado resultados positivos e por isso acabam não perdendo em nada quando comparadas a outros materiais bem mais aprimorados em uso hoje em dia no mercado.

Esse material geralmente é mais utilizado no ramo industrial onde sua resistência é comprovada todos os dias. No entanto esse material possui duas desvantagens principais que é o fato dele ser corrosivo e também o seu peso, pois este não é um material dos mais leves presentes no mercado.

Alumínio

aluminioDevido ao seu baixo custo, o Alumínio é um dos materiais bastante utilizado na produção de quadros de bicicletas sendo responsável por grande parte das bikes que são vendidas atualmente.

Em termos de resistência, o alumínio em muito se assemelha ao aço no entanto no quesito rigidez o aço acaba se tornando um material melhor de ser usado nas bicicletas.

A altura da parede tubular do alumínio é superior a do aço, onde se aumentar a espessura dessa parede, a sua rigidez consequentemente irá aumentar e com isso seu peso também vai se elevar, ou seja, o que surge como vantagem por um lado acaba sendo desvantajoso por outro.

A grande vantagem apresentada pelo alumínio e que ele se apresenta bem menos oxidativo que o aço.

Além desses materiais existem no mercado uma serie de combinações que também são utilizadas na confecção dos quadros de bicicleta como é o caso da fibra de vidro e o carbono e também do boro e a aramida.

O alumínio e o aço possibilitam a realização de uma infinidade de ligas que são usadas com a finalidade de melhorar e reforçar algumas características presentes nos metais.

O aço quando faz liga com o molibdemio e magnésio se tornam bem mais resistentes à corrosão melhorando assim a sua resistência a altas temperaturas. Agora quando se quer aumentar a resistência do aço à oxidação basta fazer liga dele com o silício, enxofre e fósforo.

Como é Feito o Quadro da Bicicleta

Existe uma serie de métodos que são utilizados para soldar os vários tubos ou peças que compõem o quadro da bicicleta. Os principais são:

União Direta de Tubos

Esse mecanismo é empregado em bikes de média qualidade e atuam fundindo os metais até que eles se misturem usando entre eles um outro material com características semelhantes.

Para fazer esse procedimento é necessário que o profissional seja experiente e habilidoso.

Solda TIG

Esse tipo de solda apresenta um alto poder calorífico e comumente se usa o elemento argão, deixando de lado o oxigênio e outros gases da atmosfera para que dessa forma evite que o metal a ser fundido fique debilitado. Esse método requer bastante experiência e também conhecimento técnico.

Solda MIG

Esse sistema apresenta algumas características que são similares ao da solda TIG.

Esse sistema atua realizando a solda da bicicleta de forma robótica sendo feita com aço de alto calibre e em escala industrial.

Solda de Plasma

Apresenta uma tecnologia bem desenvolvida sendo até um método mais avançado que a do sistema TIG.

Mediante Racores Pegados

Nesse sistema são utilizados a fibra de carbono e outros componentes mais sofisticados, onde esse método funciona unindo através de adesivos époxi os racores e em seguida eles são colocados no forno até que ocorra a consolidação da solda.

Além dos elementos mencionados a bike também apresenta outros itens. Os selins são uma peça da bicicleta que geralmente é confeccionada em couro, plástico injetável ou gel.

Os pneus da bike são em sua maioria de borracha e de acordo com a finalidade pela qual a bicicleta é destinada a roda pode ser composta de diferentes capas onde no caso existem algumas capas que são protegidas por um material chamado kevlar. Visando acompanhar a tendência sustentável do planeta existem alguns materiais plásticos que podem fazer parte da sua bike como as manetas de freio, as correias e os pedais.

Portanto diante do exposto verifica-se a extrema importância de se está procurando saber um pouco mais a respeito dos materiais pelos quais sua bicicleta é produzida, para que assim você consiga saber de fato se pelas características apresentadas por ela, suas necessidades estão realmente sendo supridas.

Se você gostou deste artigo, comente, curta e compartilhe nosso blog!

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *