BIKELOKO

Ciclismo como um estilo de vida

São inúmeras as opções de atividades físicas existentes que podemos aliar à saúde e também à diversão. Sim, diversão. Não é incomum pessoas passarem a praticar constantemente e até profissionalmente exercícios e esportes que antes tinham apenas como hobby e lazer. Alguns exemplos disso: o famoso racha de futebol com os amigos, um campeonato de peteca com o pessoal da rua mesmo, golfe aos fins de semana, a natação para relaxar, o basquete na quadra do bairro, a pedalada toda semana com o grupo de ciclismo pra curtir um pouco e tantos outros.

 

A bicicleta é um ótimo meio de transporte ecológico e bastante utilizada para essa função, mas ela não precisa ser usada apenas para esse fim. Além de divertida, a bike pode te auxiliar (e muito) na missão de se manter saudável, ativo e em forma.

 

Alguns benefícios da pedalada

 

Considerado por especialistas como um excelente exercício cardiovascular (cardio), têm comprovação científica de auxiliar na redução do colesterol no sangue, atua também como ótimo exercício para o coração, reduzindo significativamente possíveis ataques cardíacos.

 

Pedalar no frioAlém de ajudar no fortalecimento e tonificação dos músculos do abdômen e principalmente das pernas e auxilia na perda de peso. Para a região das costas também traz benefícios. Devido a postura levemente inclinada para a frente quando está pedalando, a prática fortalece os músculos e ossos na zona lombar, diminuindo assim o risco de hérnias. Mas é preciso saber ajustar os itens da bicicleta na altura de demais dimensões corretas para que a sua postura seja realmente a mais indicada.

 

O exercício protege os joelhos de impactos bruscos, como podemos observar em outras atividades físicas. No ciclismo, os joelhos são também treinados, mas neste caso o peso recai sobre o assento da bicicleta, o que os mantêm em movimento e seguros.

 

aliviando tensãoAh, que tal utilizar o ciclismo para fortalecer o sistema imunológico e como uma “válvula de escape” do estresse e da tensão? Pois é. Essa também é uma ótima solução e isso porque durante a prática o corpo libera substâncias, como a endorfina, que dão a sensação de prazer e vai te fazer se sentir mais animado, com a autoestima elevada, diminuindo o risco de depressão, além de você poder ter um tempo sozinho e ao ar livre para refletir durante o exercício, deixando os problemas de lado ou pensando em como resolve-los, pelo menos por alguns instantes. Mas não é para perder a concentração. Ok? Por motivos de segurança, que é um fator muito importante na prática do ciclismo.

 

E falando em segurança, é indispensável o uso de um capacete e protetores. Mas você sabe como escolher o capacete mais adequado? Bom, você cai precisar levar em consideração alguns pontos:

 

  • Em qual modalidade do ciclismo você pretende atuar?
  • Com esse primeiro ponto definido, qual a faixa de preço está disposto a investir nesse equipamento?
  • Vá à lojas especializadas em ciclismo (existem váaaaarias delas por aí) e pesquise por preços;
  • Saiba também que há uma infinidade de modelos, materiais e cores. Tem até produtos destinados para homens e mulheres;
  • Encontrando o preço que se encaixa no seu orçamento, definindo o melhor modelo e características como cores e materiais, verifique se o equipamento tem a certificação obrigatória por lei;
  • Encontre o seu tamanho. Essa é uma das etapas mais importantes nesse processo, pois do contrário não irá oferecer a segurança que precisa.

 

Alguns passos para testar e escolher o capacete ideal:

 

capaceteVista o capacete, o segure e balance a cabeça. Fique com ele por algum tempo. Ele não pode ser pesado e deve ser ajustável e muito confortável. Depois, ajuste o sistema de retenção para que o capacete permaneça em sua cabeça. Se ficar frouxo esse não é o seu tamanho. Teste outro. Quando você conversar e mexer a mandíbula, o ajuste da sinta ao queixo deve estar bem confortável. Se for preciso, peça ajuda a algum funcionário da loja. Geralmente eles têm bastante conhecimento e saberá como te ajudar a escolher o produto mais adequado às suas necessidades.

 

Ritual do ciclismo

 

No Brasil, nas mais de cinco mil e quinhentas cidades, há registro de inúmeros grupos espalhados de amigos e alguns profissionais que não abrem mão da “sagrada pedalada”, pelo menos uma vez na semana. E o ritual possui algumas fases:amigos pedalando

 

– Definir local e data da partida;

– Reunir o pessoal, hoje em dia fica até mais fácil com tantas redes sociais. Tem sempre aquele grupo no WhatsApp com toda a galera reunida.

– Traçar rotas;

– Preparação, que leva vários dias e só finaliza tempos antes da largada. Consiste em pontos como condicionamento físico, boa alimentação e preparo psicológico. Tudo isso para que seu corpo e mente estejam preparados e em sintonia;

– Enfim, a saída.

 

É claro que o ciclismo não se resume apenas a isso. A prática pode ser muito proveitosa e satisfatória, não é à toa que existem tantos adeptos no país e no mundo todo. Mas para quem está iniciando e não entende muito bem como funciona esse universo, engana-se de imaginar que basta apenas ter uma bike, ou a magrela, como é popularmente conhecida no meio. Seguindo orientações dos mais experientes e de profissionais, todas as fases de preparação precisam ser respeitadas e, principalmente, respeito aos seus próprios limites. Não ultrapassar seus próprios limites é uma máxima. Isso evita possíveis danos ao atleta ou praticante, como contusões, desgaste desnecessário, entre outros.

 

CicloturismoCom o tempo vai se adquirindo prática e experiência e, consequentemente, melhorando o desempenho e tendo melhores resultados. Cada um responde de uma maneira. A adaptação ao esporte é variável, pois cada ser humano, composto por um corpo e uma mente, reage de formas individuais aos mesmos estímulos. Nada de se comparar com os demais. Tenha sempre em mente que você tem seu tempo, seu corpo tem suas regras e é preciso respeitar isso. Você pode (e deve) admirar atletas e profissionais. Isso, definitivamente, não é proibido. Se espelhar, usar o mesmo treino e técnicas até fazem parte da boa preparação, mas o problema começa quando praticantes passam a ignorar o que seu próprio corpo fala, tendo em mente altos resultados e até mesmo imediatos.

 

Quando se trata de rota, geralmente o grupo segue uma estipulada, mas nada impede que o grupo ou apenas integrantes dele faça outras. Para os praticantes, o que vale é praticar e testar seus próprios limites. E os percursos são variados. Trilhas, passeios noturnos dentro da cidade e as distâncias tão variadas quanto. De curta distância, média, à longa, a rota pode alterar em percursos com variadas quilometragens: 55km, 90km, 1200km. As possibilidades de variação desse quesito são infinitas.

 

Para ter paixão é preciso ter o mínimo de afinidade com o esporte

 

Ciclista na descidaMas ao mesmo que esse esporte é atraente e fascinante, se você não tem paixão e não se identifica com a prática, dificilmente irá se adaptar ao ciclismo. Provavelmente, a pedal não será uma rotina diária gostosa para o praticante. E isso não é exclusivo do pedal. Vale para todas as outras modalidades. Se você está a fim de experimentar, tenha o mínimo de afinidade possível e, aos poucos, vá se descobrindo.

 

Aproveitar o esporte e as boas companhias é extremamente fácil

 

Pronto. Se você já leu todas essas explicações e sente que tem afinidade com o esporte e quer começar a praticar, não espere mais nada para isso. Para o ciclismo não importa idade, então menos um ponto para se preocupar. Esse é um esporte que pode ser praticado desde crianças muito novas até idades mais avançadas, sem problemas. Desde que, é claro, todos os cuidados, como em qualquer outro esporte, sejam tomados.

 

E para enfim aproveitar tudo o que de melhor a bike pode te oferecer, tento o equipamento ajustado, basta procurar por um dos vários grupos de ciclista, que provavelmente deve ter bem próximo de você ou se não tiver, ainda não é o fim. Você mesmo pode ser o start que faltava.

 

Amigos na descidaReúna os amigos, a família, os colegas de trabalho que também curtem o hobby e marquem um local e hora mais adequado para todos. Vocês podem começar com um bate-papo sobre o esporte, ir fazendo pequenos e menos intensos percursos, esses podem ser variados em categorias para não excluir as crianças, pessoas de mais idade e com limitações, por exemplo.

 

Uma excelente prática para curtir em um fim de tarde do sábado ou aos domingos à tarde com pessoas que voe gosta, ainda mantendo em dia a saúde, o papo e as amizades.

 

Sugestões de locais para começar:

 

Parques, praças, ginásios esportivos, pistas em condomínios ou espalhadas pela cidade, lugares mais afastados da área urbana, como trilhas em fazendas e ranchos, entre outros.

 

Ainda tem alguma dúvida que o ciclismo é uma ótima opção de atividade física? Desfrute dessas e muitas outras sensações prazerosas que o ciclismo pode te oferecer e garanta o equilíbrio entre seu corpo e mente, além do prazer incomparável de liberdade, bem-estar e euforia.

 

Acompanhe nossas dicas no www.bikeloko.com.br/dicas.

Leia Também:

Um comentário sobre “Ciclismo como um estilo de vida

  1. correia Bizerra Muhongo

    Sendo o aprendizado é actividade diária do ser humano.
    Agradeço todo quando esforço que tem evidado em informar o mundo as melhores praticas de ciclismo.
    Estou grato em saber, sentir que hoje com os vossos conselhos informativos tenho feito correctamente as praticas dos meus exercicios.
    Espero mas informações
    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *