BIKELOKO

Dieta da Proteína: Como funciona em nosso Corpo

O desejo por um corpo saudável, tanto internamente quanto externamente, é uma obsessão do ser humano já há algumas décadas. A dieta da proteína vem ganhando repercussão nacional e internacionalmente, devido a sua eficácia em curto prazo.

Nenhuma dieta é milagrosa, o que precisamos realmente entender é o como ela funciona, se realmente estamos dispostos a reeducar nossa alimentação e se iremos conseguir manter essa reeducação alimentar durante muito tempo.

Existem vários cases de sucesso em relação à dieta da proteína, mas nenhuma delas a atividade física estava de fora. Mas será que só a reeducação alimentar é suficiente para perdermos aqueles quilinhos a mais?

Dieta da ProteínaProcurando sanar esse tipo de dúvida, separamos alguns questionamentos e conceitos sobre o funcionamento desta dieta em nosso corpo, além de questionamentos que devemos fazer a nós mesmos, antes de começar a fazer qualquer tipo de dieta.

Vamos por partes!

1 – O que é a dieta da proteína?

A dieta da proteína funciona através do consumo de uma infinidade de alimentos que não possuem carboidratos. Existem inúmeros tipos de possibilidades de montar sua rotina alimentar semanal, porém o mais importante é entender que ela não é só feita de proteínas.

Caso a dieta da proteína seja feita da maneira correta, uma grande perda de peso em um curto espaço de tempo será perdida. Alguns casos reais apontam que, nos primeiros dias, pessoas chegam a perder entre 3 a 7 quilos, aliando a meia hora de prática de exercício diária.

Pesquisadores apontam que o precursor desta dieta se chama Dr. Atkins, responsável por outros tipos de dieta também. A diferença dele para os demais pesquisadores é o foco que ele destinou a capacidade do corpo humano metabolizar algumas substâncias, em detrimento de outras.

Como o sucesso vem da prática, a primeira cobaia de seus testes foi ele mesmo. O próprio Dr. Atkins foi adepto deste tipo de dieta para provar sua eficácia.

Preceitos básicos da dieta da proteína são:

  • Proteínas à vontade
  • Carboidratos zero ou próximo disso
  • Gorduras diversas (provindas do azeite, de carnes e de castanhas, por exemplo)

Quando falamos de proteína à vontade, não quer dizer que você pode comer 10 quilos de picanha por dia, o balanceamento é parte fundamental disso. Lembre-se que exagerar nas proteínas pode sobrecarregar tanto seu sistema digestivo quanto seus rins.

2 – Como a dieta da proteína funciona?

O centro do funcionamento da dieta da proteína é utilizar a gordura como fonte de energia, em detrimento do carboidrato. Você corta totalmente este carboidrato que com o passar do tempo o corpo já não sente mais a necessidade do mesmo e passa a utilizar outras fontes de promover energia para nossas funções.

Dieta da ProteínaClaro que evitar 100% o consumo de carboidratos não é tarefa fácil e nem recomendável. O nosso corpo vai buscar a reserva necessária de carboidratos para nosso cérebro nestas poucas quantidades implícitas nos alimentos, assim preservando o nosso órgão de maior significância.

Logo você deve estar se perguntando: Mas eu vou passar fome?

A resposta é não, pois quando corpo está em processo de Cetose, a fome inexiste, isso se você estiver mantendo a reeducação alimentar da dieta da proteína.

Mas o que é isso? Cetose?

Bom, vamos lá…

Quando o corpo entra em Cetose, corpos cetônicos e ácidos graxos são produzidos por nosso fígado, a partir de gorduras, para poder servir de fonte de energia para nosso corpo, uma vez que não temos carboidratos suficientes para abastecê-lo.

Tome extremo cuidado ao confundir a Cetose com a Cetose diabética. A Cetose diabética é a insuficiência do pâncreas na produção de insulina para quebrar as moléculas de glicose… já a Cetose é a alternativa da falta dessa glicose.

Agora por que estamos falando de glicose? Glicose não é açúcar? Sim! Glicose provém dos carboidratos e dos açucares, inclusive de frutas, como a frutose, por exemplo. Evitar comer doces e frutas também é parte importante para eficácia desta dieta.

3 – Benefícios e Malefícios da dieta da proteína

Leigo engano quem pensa que entrar neste estado de Cetose trás malefícios a nossa saúde. Pense comigo, quando o homem vivia em cavernas, árvores e vivia quase que em sua totalidade da caça e do consumo de alimentos de origem animal…

… Ele não estaria em estado de Cetose permanente? Nem por isso nossa raça foi extinta.

Dieta da Proteína

Um dos benefícios em curto prazo, que mais agradam os adeptos e iniciantes deste tipo de dieta é o fato de que como nossa região abdominal costuma acumular grandes quantidades de gordura, o corpo acaba buscando exatamente nesses locais a subsistência de energia… Ou seja…

… Há uma perda significativa de perda de gordura e medidas abdominais. Isso normalmente é o que mais incomoda quem está acima do peso.

Se este é o seu objetivo ao iniciar uma dieta, bem vindo à dieta da proteína, com certeza ela vai te impressionar com a rapidez de resultados estéticos.

Malefícios da dieta da proteína estão diretamente relacionados com pessoas que possuem problemas no fígado. Como o fígado acaba sendo exigido um pouco mais que o normal, se você já possui disfunção deste órgão, pode acabar tendo complicações leves.

Outro detalhe é, como já dito no início deste capítulo, o consumo exagerado de proteínas. Se você passa da conta na ingestão de proteínas, o corpo acaba produzindo uma quantidade também desproporcional de ácidos graxos e corpos cetônicos.

4 – Questionamentos

Com qual objetivo você procura uma dieta? Será que:

  1. É a manutenção de uma vida saudável?
  2. Procura um aumento na qualidade de vida?
  3. Quer perder peso de forma rápida?
  4. Puramente estética?

O intuito nosso é sempre facilitar sua leitura, então seguiremos por partes.

Dieta da ProteínaA – Caso seu objetivo seja a manutenção de uma vida saudável, para quem já pratica algum esporte ou é atleta (amador ou experiente), a dieta da proteína pode sim ser para você. Só tome cuidado, pois se seu índice de gordura corporal é muito baixo, acabará tendo problemas de queda de desempenho.

B – Na busca por um aumento de qualidade de vida, a dieta da proteína só possui uma restrição: a da diminuição da intensidade de atividade cerebral.

Não quer dizer que você vai ficar burro ou menos inteligente, este caso é para quem trabalha escrevendo ou precisa estudar para uma prova importante.

Cessar carboidratos pode diminuir a capacidade de raciocínio do cérebro, pelo fato deste ser o combustível deste órgão.

C – Quer perder peso de forma rápida? Se este é o seu intuito, então a dieta da proteína é a mais recomendada. Nos dias de hoje é ela que possui a maior eficiência na redução de grandes quantidades de quilos em poucas quantidades de dia.

O melhor de tudo é que o sofrimento é inexistente, uma vez que não se sente fome, devido a Cetose, e as receitas propostas para essa dieta são deliciosas e fáceis de fazer.

D – Puramente estética? Legal, como a queima de gordura é acelerada, o índice de gordura corporal tende a cair drasticamente. Isso trás como consequência aquela barriguinha tanquinho que tanto estava buscando. Só faça isso de forma não agressiva, tudo bem?

Conclusão

A dieta da proteína é fantástica, desde que seguidos os seus preceitos base e mantido uma rotina. Cair em tentação uma vez ou outra faz parte, mas o que realmente importa é que você vire uma chavinha em seu cérebro e passe a levar a reeducação alimentar como peça fundamental para ganhos significativos em qualidade de vida.

Não adianta nada perder 7 quilos em uma semana e ganhar 10 quilos no final do mês, a disciplina é o que fará com que mantenha esta curva de perda de peso em constante queda.

A atividade física é a melhor amiga da dieta da proteína e respondendo a pergunta do início do artigo, argumentando se:

“… só a reeducação alimentar é suficiente para perdermos aqueles quilinhos a mais?”

Alongamento costasA resposta é não. Primordial é a prática de, ao menos, meia hora de exercícios aeróbicos diários. Caso você não tenha tempo, procure alguns vídeos na internet para você desempenhar estas atividades físicas no conforto do lar.

Meia hora não mata ninguém, o que mata mesmo é continuar a levar uma vida sedentária e deixar com que as obrigações da vida tomem todo nosso tempo, sem ao menos sobrar alguns minutos para cuidar de nós mesmos.

Por fim…

… Gostou do artigo? Comente abaixo que teremos o prazer de tirar as dúvidas em relação à dieta da proteína. Se você já faz a dieta da proteína, comente sua experiência conosco, ficaríamos honrados se a compartilhasse conosco!

Se você gostou deste artigo, acompanhe nossas dicas no www.bikeloko.com.br/dicas.

Leia Também:

Um comentário sobre “Dieta da Proteína: Como funciona em nosso Corpo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *