BIKELOKO

Principais tipos de bicicletas

Atualmente, escolher qualquer tipo de produto que seja exige de nós um conhecimento sobre o mesmo, portanto, para escolher uma bicicleta não é diferente. É necessário que você conheça os principais tipos de bicicletas e a partir dai, comece a pensar em qual modelo escolher.

Escolher a bicicleta perfeita entre tantas marcas e modelos não é uma tarefa fácil, afinal de contas, existem centenas de opções no mercado atual. Este mercado oferece todos os tipos de modelos entre eles estão: road, mountain bikes, híbridas, dobráveis, comfort, lazer, elétricas e muitos outros.

Optar pelo modelo ideal que melhor se adapte a você é muito importante para que o recurso investido na compra reverta em saúde e gostosas pedaladas.

Saiba os principais tipos de bicicletas e fique por dentro de todos os modelos do mercado

Antes de escolher o modelo, vale a pena você gastar um tempo e ler as dicas e os principais tipos de bicicletas, pois, ao contrário do que muitos imaginam, isso pode fazer total diferença em sua escolha final, sendo assim, confira isso logo abaixo:

Bicicleta para lazer e recreação:

Rota do descobrimentoHoje em dia, existem vários tipos de bicicletas que podem ser classificadas como bicicletas para lazer e recreação, estas se encaixam nas que chamamos de Comfort Bikes, Beach Bikes as conhecidas bicicletas praianas e também alguns modelos Mountain Bikes mais simples.

Esse tipo de bicicleta para lazer e recreação são as mais robustas que apresentam geometria mais confortável e que possuem componentes mais simples que tornam o seu preço bem mais em conta do que outras bikes.

Essas bicicletas podem ser uma grande pedida para quem está em busca de uma bike simples para lazer e sem maiores aspirações.

Elas são ideais para pedalar no parque, na ciclovia, em passeios ciclísticos e em deslocamentos de curta distância. Porém, não são indicadas para outras aplicações, como trilhas ou viagens longas de ciclo turismo.

Bicicletas hibridas:

Cicloturismo na HolandaSão bikes multiuso, em geral elas apresentam aro 27 e pneus mistos que se saem muito bem tanto no uso urbano quanto em longas pedaladas no asfalto e ciclo turismo. Podem ser uma opção muito interessante para as pessoas que buscam pedaladas e passeios mais tranquilos e calmos.

Esses tipos de bicicletas podem ter paralamas, bagageiro, farol e lanterna. Entre os modelos de bicicletas hibridas, possuem 3 diferentes tipos, veja a seguir:

Urbana: normalmente são fabricadas com rodas aro 700, que são mais confortáveis que as de aro 26. A sua geometria é voltada para o conforto e estabilidade, normalmente mantendo uma posição do ciclista mais em pé do que outras bicicletas e isso faz com que diminua a facilidade de manter alta velocidade e vencer subidas.

Urbana feminina: esta bicicleta possui um quadro especifico para mulheres, alguns modelos são construídos com rodas de 26 polegadas.

– Urbana simples: bicicleta simples, não possui marchas, quadro de aço e rodas aro 700. São mais leves e práticas para o uso em centros urbanos.

Bicicleta para Mountain Bikes:

Modelo Street BikeOs quadros destas bicicletas podem ser feitos de aço que são bem mais pesados do que os que são feitos de alumínio ou de carbono.

Os quadros feitos de alumínio são bem mais leves e duráveis, ou seja, mais resistentes, já os que são feitos de carbono, também são bem mais leves, porém são muito caros e ideias para competições.

As bicicletas de Mountain Bike são bem mais comuns hoje em dia e isso se deu ao fato de serem as mais versáteis e capazes de encarar desde um passeio no parque, uma viagem de ciclo turismo até corridas em terrenos difíceis.

Hoje em dia, a grande maioria dessas bicicletas já sai da fábrica com suspensão na frente e com freios a disco nas duas rodas. Existem também modelos com suspensão na traseira que são bem mais confortáveis no off road, porém, as bicicletas que possuem suspensões são muito pesadas e os modelos de baixo peso são muito caras, então, fiquem atentos ao escolher a sua.

Outra informação importante que é bom ressaltar é que as bikes de Mountain Bike são os modelos que tem rodas com aro 29 e isso te oferece grande vantagem, pois, são capazes de rodar com mais facilidade em terrenos planos por terem maior inércia.

Bicicleta para ciclismo:

bike speedSão conhecidas também como Speed ou Road Bikes. Esta bicicleta é para um público bastante específico, pois possui pneus finos e delicados, são bicicletas feitas para rodar em bons pisos asfaltados, com uma posição de pedalada que acaba sendo totalmente desconfortável para muitas pessoas.

Pelo fato de suas rodas terem pouca aderência com o solo por serem finas, requer mais técnica e prática.

Os modelos mais em conta são feitos de alumínio, mas há também opções mais leves, porém, mais caras que são feitas de fibra de carbono e também de titânio.

. Portanto, se pretender pedalar em regiões montanhosas considere adquirir uma Speed com pedivela compacto e um cassete de 25 ou 27 dentes na traseira.

Bicicletas dobráveis:

Este tipo de bicicleta ainda é novidade no Brasil. Normalmente possuem aro 20 e são perfeitas para serem utilizadas no transporte urbano do dia a dia. Quando dobradas, podem ser carregadas e cabem facilmente em trens e ônibus ou ainda guardadas num cantinho do apartamento ou escritório.

Bicicleta infantil: s

Crianças em suas bike

São bicicletas um pouco mais caras, porém que garantem a felicidade de muitas crianças. No momento em que for escolher, tente não se preocupar com o valor, mas sim com o querer da criança.

Como vimos no decorrer deste texto, as bicicletas podem ser usadas em dezenas de modalidades e podem ser divididas em duas grandes vertentes: o Mountain Bike, que é praticado fora de estrada e o Ciclismo.

Essas informações que citamos acima são os principais tipos de bicicletas, porém, para poder lhe ajudar um pouco mais na sua escolha, saiba a diferença entre as atividades que são praticadas. Isso poderá lhe ajudar muito no momento em que for fazer a sua escolha.

Confira as principais modalidades de bicicletas

Para que você possa ter pleno conhecimento sobre esse assunto e conseguir escolher a melhor bike para você, elaboramos mais algumas informações com as principais modalidades existentes e as características de suas respectivas bicicletas. Confira:

Mountain Bike

Cross Country (XCO) Modalidade olímpica, disputada num circuito fechado de até 6km de extensão com terreno bastante acidentado. A bike ideal são as hard tail que não possuem suspensão atrás pelo fato da necessidade de leveza.

bike downhill

Downhill ou DHO – Disputado em descidas íngremes de montanhas com obstáculos naturais ou artificiais. As bicicletas full suspension têm curso de até 200mm, com freios a disco potentes e apenas uma coroa. Exige frieza, habilidade e material de proteção individual, incluindo capacete fechado, por ser uma atividade perigosa.

Marathon (XCM) – Entrou no calendário da UCI em 2003 e consiste em provas em estradas de terra ou trilhas com quilometragens entre 40km e 120km. Bikes full suspension e de aro 29 são perfeitas para essa finalidade.

Freeride (FR) É uma variação do Downhill com a diferença de não ser uma competição e sim para se divertir. As bikes são robustas e full suspension com até 180mm de curso.

Pedal na neveAll Mountain Praticado em relevo montanhoso com bikes full suspension de 160mm de curso e possuem travas. As bikes são mais leves que as de DHO e FR e oferecem mais marchas para poder encarar as subidas. Possui três coroas e travas nos amortecedores.

Trial Modalidade que exige muito equilíbrio e concentração e que consiste em literalmente passar por cima de obstáculos, sejam eles naturais ou artificiais, sem colocar os pés no chão. As bikes têm quadros pequenos e reforçados, pneus largos e com pouca calibragem.

Short Track (XCC) – É um cross country realizado num circuito bem pequeno, de até 800 metros com as mesmas bikes do cross country olímpico.

BMX O bicicross deriva do Bicycle Motocross, já as primeiras bikes se pareciam com essas motos. O BMX clássico é disputado numa pista de terra cheia de obstáculos artificiais de até 380 metros de extensão e em 2008 passou a ser é modalidade olímpica.

As bicicletas têm o quadro pequeno, rodas de aro 20 (ou 24 para a categoria Cruiser) e possuem apenas uma marcha.

Há outras modalidades relacionadas ao BMX, como o Dirt Jumping, Flat, Vertical e o Street com pequenas diferenças na bicicleta. Algumas bikes utilizam um rotor na caixa de direção que permite o guidão girar 360º sem a interferência dos cabos de freio para o atleta fazer manobras em pleno ar.

Ciclismo

Estrada – Como o próprio nome já explica, são atividades realizadas em estradas e as bicicletas de geometria clássica são essenciais.

Contrarrelógio – Também chamada de crono, nessa modalidade vence o ciclista que for mais rápido no percurso. As bicicletas têm uma geometria específica para deixar o ciclista numa posição aerodinâmica. Componentes como garfo, rodas e o próprio quadro são projetados de forma a reduzir o arrasto aerodinâmico.

Mulher ciclistaCriterium São provas de ciclismo disputadas num circuito muito curto, como em volta de um parque, numa avenida ou num quarteirão. É praticado com as mesmas bicicletas de estrada.

Pista São várias modalidades olímpicas disputadas exclusivamente em velódromos. As bicicletas são de pinhão fixo e não possuem freios. A frenagem é executada com a força do ciclista sobre os pedais.

Ciclocross – Embora seja praticado em circuitos off-road com obstáculos naturais ou artificiais, é uma disciplina do ciclismo. As bicicletas se parecem bastante com as bikes de estrada, porém a diferença é que utilizam pneus com cravos, freios V-Brakes ou Cantilever.

Agora que você já viu os principais tipos de bicicletas e conheceu um pouco de suas características e para que cada uma serve, está na hora de adquirir a sua. Faça a escolha certa e pratique o seu exercício com a sua nova bike.

Se você gostou deste artigo, acompanhe nossas dicas no www.bikeloko.com.br/dicas.

Leia Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *